Passar para o Conteúdo Principal Top

Apresentação

cantocantocantocanto

imagem apresentação OP

Desde a sua 1ª edição em 2011, que o Orçamento Participativo de Odemira tem sido amplamente reconhecido a nível nacional pela inovação de processos, sua qualidade e rigor, sendo considerado entre os melhores do país. Prova deste reconhecimento foi o prémio de Melhor Município do Alentejo do ano 2014, uma iniciativa promovida pela plataforma UM-Cidades, da Universidade do Minho que visa reconhecer as boas práticas dos municípios portugueses, ao qual o Município de Odemira concorreu com o seu modelo de OP.

Com alterações introduzidas nas anteriores edições, o Orçamento Participativo de Odemira ganhou maior dinâmica, elegendo desde 2016 pelo menos 2 projetos em freguesias com menos de 1.500 habitantes e pelo menos 2 outros projetos nas restantes freguesias, acrescendo desta forma o interesse e abrangência territorial independentemente da maior ou menor densidade populacional local, estimulando à criatividade e arrojo das propostas e incremento dos níveis de participação cívica.

Com o Orçamento Participativo Municipal e a introdução do OP em cada uma das 13 freguesias do concelho no ano de 2017, Odemira inovou mais uma vez, afirmando-se assim como o primeiro concelho 100% OP.

Em 2018, definimos como idade mínima para a participação os 14 anos, numa lógica do que têm sido as políticas de Juventude do Município de Odemira, e introduzimos a votação por SMS com o intuito potenciar cada vez mais a participação dos cidadãos e envolvê-los neste processo.

2019 foi o ano em que foram incorporadas as propostas de natureza imaterial, e 2020 a edição direcionada para a área do Ambiente e Alterações Climáticas, com o objectivo de potenciar e prover a consciencialização para a sustentabilidade, preservação e conservação do meio ambiente e sensibilizar para a preservação dum planeta que é de todos!

Em 2021, o Orçamento Participativo volta a ter um cariz mais generalista, e tendo em conta a situação vivida, em face da pandemia do Covid-19, mantêm-se as alterações que visam um processo 100% desmaterializado.

Juntos, construiremos um concelho cada vez melhor!

José Alberto Guerreiro,

Presidente da Câmara Municipal de Odemira