Passar para o Conteúdo Principal Top

Percurso Interpretativo na Zona da Ponte Salvador Corte Malhão (12)

Âmbito

Orçamento Participativo Municipal

Freguesia

S. Martinho das Amoreiras

Proponente

Raquel Maria da Glória Guerreiro

Data Submissão:

30-06-2020

Pretende-se valorizar o património natural e cultural desta localidade criando na albufeira da barragem de Santa Clara um percurso pedestre sensorial e acessível a pessoas com mobilidade reduzida, com atividades lúdico-educativas alusivas a aspetos culturais específicos locais. Está previsto um espaço de merendas, zonas de estar e em simultâneo um espaço de educação ambiental através de um circuito pedestre junto à albufeira adaptado a todos os amantes da natureza e do ecoturismo, com a particularidade de criar roteiros acessíveis a todos. Enquadramento: A proposta está em consonância com a Estratégia Nacional de Conservação da Natureza e Biodiversidade 2030, na qual se pretende melhorar o estado de conservação do património natural, promover o reconhecimento do valor do património natural, bem como fomentar a apropriação dos valores naturais e da biodiversidade pela sociedade. Por outro lado, as problemáticas nos domínios da biodiversidade, da conservação da natureza, da agricultura, da floresta, do mar e do turismo de natureza, exigem uma abordagem integrada, convergente e colaborativa destes diferentes sectores. Existem diversas fontes de perigo para o nosso património natural, as alterações climáticas, são uma grande ameaça para a flora e fauna. Prevê^-se, segundo a Direção Geral do Ambiente, que, até 2100, as temperaturas médias, na Europa subirão entre 1°C e 6°C. Urge, portanto, atuar rapidamente, pois o ritmo das alterações climáticas será´ demasiado rápido para as espécies animais e vegetais se conseguirem adaptar ou migrar a tempo. Se queremos preservar até às gerações futuras a beleza natural devemos dá-la a conhecer e ensinar a valorizar o seu potencial e o seu valor intrínseco. A atividade turística que utiliza, de forma sustentável, o património natural e cultural, através da sua interpretação e conhecimento das interligações e relações de equilíbrio, incentiva à sua conservação e permite a formação de uma consciência ambientalista e valorização dos territórios e das identidades locais. Apenas em contacto com a natureza se pode perceber que a nossa vida é enriquecida através das diversas atividades que nela podemos praticar de forma sustentável. Por outro lado, apenas conhecendo e postas em contacto com as realidades dos territórios e da sua biodiversidade lhes podem reconhecer potencial e valor e consequentemente preservá-los. A água potável, o ar puro e todas as relações bióticas e abióticas que constituem os ecossistemas, são vitais para a nossa qualidade de vida e a poluição destes elementos básicos coloca a saúde e a própria sobrevivência em risco. Esta proposta contribuí largamente para estancar a perda de biodiversidade, cada vez mais ameaçada pelos processos decorrentes das alterações climáticas. Achamos que os espaços naturais podem ser preservados através de uma gestão equilibrada das atividades humanas, uma vez que pomos as pessoas em contacto com a natureza permitindo-lhes a fruição desse espaço de forma lúdica, sustentável e integradora, para tal contribuem os seus percursos e envolventes com atividades e sinalética de cariz lúdico e educativo focando aspetos relativos à fauna e flora local, bem como usos e costumes locais. A singularidade do espaço também se prende com o fato de permitir às pessoas o usufruto de uma zona tranquila, com potencial natural e cultural, onde podem aproximar-se do plano de água num espaço do interior do território, evitando as praias sobrelotadas da costa alentejana, não contribuindo para aumentar a pressão ecológica da atividade humana no litoral. Esta proposta pode contribuir para a economia local e para o bem-estar da comunidade suportados pelo capital natural, o que inclui os ecossistemas e os seus serviços, cuja funcionalidade depende, em larga escala, de uma utilização sustentável e eficiente desses recursos naturais.